10 dicas de segurança para mulheres que viajam sozinhas
Atividades

10 dicas de segurança para mulheres que viajam sozinhas

Na verdade, muitas pessoas desejam viajar sozinhas, mas geralmente estão preocupadas com muitas coisas, incluindo situações embaraçosas relacionadas ao assédio sexual. Estes são alguns conselhos úteis para quem viaja sozinho, que os ajudará a manter o foco em sua segurança enquanto desfruta de tudo o que o destino tem a oferecer. Se você é mulher e quer viajar sozinha, essas dicas vão te ajudar a fazer uma viagem segura e inesquecível.

1. Escolha um bom lugar para visitar

Esta etapa é a primeira e a mais importante para os viajantes. Escolha seu destino com cuidado. Além de pensar sobre para onde quer ir, você deve considerar se o lugar é seguro para você, porque pode haver problemas internos perturbadores, como tensões comuns, acontecendo no local que deseja visitar.

2. Pesquise cuidadosamente antes da viagem

Antes de decidir visitar um lugar fora do seu país, você deve descobrir todas as informações relacionadas ao local, bem como pedir a outros viajantes informações sobre a cultura, religião e a situação atual no país e assim por diante.

Você pode encontrar as informações necessárias em blogs de viagens ou sites como Travelfish.org e Tripadvisor.com. Por exemplo, qual é a atitude dos homens em relação às mulheres naquele país? Como as mulheres se vestem lá, modernas ou tradicionais? Você não deve pensar que é uma coisa sem sentido, porque se você se preparar com cuidado, você estará mais seguro. Além disso, você deve prestar atenção extra às dicas de viagem para países budistas como Tailândia, Camboja e Laos.

3. Ignore o assobio

Em alguns países, assobiar é considerado uma coisa normal. Mas, em alguns lugares, se você reagir ao assobio das provocações da véspera, poderá entrar em situações negativas, como brigas ou assédio sexual. Portanto, a melhor maneira de lidar com esse caso é manter o controle de seu temperamento e sair rapidamente dessa área para um lugar mais lotado. Além disso, você não deve entrar em favelas a menos que conheça a população local muito bem.

4. Risco e assédio acontecem em todos os lugares

Se você acha que os viajantes que são estuprados só acontecem no Oriente Médio, Ásia e Índia, é uma concepção errônea. Uma breve pesquisa na Internet mostra que situações semelhantes ocorrem mesmo em países desenvolvidos, como Coréia do Sul, Austrália, Espanha, Inglaterra e Nova Zelândia. Não podemos prever quando as piores circunstâncias aparecerão, mas você deve prestar atenção ao que está acontecendo e acreditar em seus próprios palpites para garantir sua segurança.

5. Pegue um transporte seguro

Voos seguros e baratos são sempre os mais interessantes para as mulheres em viagens. Você deve reservar sua passagem aérea antes de viajar com cerca de 1-2 meses de antecedência para evitar uma situação de bilhete indisponível, especialmente durante a alta temporada turística.

A escolha popular de transporte dos turistas é um Táxi. No entanto, “golpes de táxi” é a palavra mais quente em fóruns de viagens recentemente porque muitos turistas entram em situações ruins com motoristas de táxi, como pagar muito mais dinheiro do que o normal ou até mesmo brigar. Portanto, você deve encontrar uma agência de táxis confiável para pedir um. Você pode pedir às recepcionistas do seu hotel para ajudá-lo a chamar o táxi ou fornecer o número de telefone de um serviço de táxi confiável. É aconselhável não pegar um táxi na estrada para evitar ser enganado.

6. Diga "Não" com firmeza

Às vezes, você ouvirá palavras atraentes, como convites para o parque, um terraço com paisagem, belas vistas ou até mesmo uma estadia gratuita em suas casas. Nesses casos, você deve dizer "não" ousadamente e não se preocupar em parecer hostil ou indelicado.

Na verdade, há muitas pessoas locais gentis que realmente querem ajudá-lo de coração, mas vigilância nunca é redundante enquanto viaja sozinho, porque você não consegue distinguir facilmente entre pessoas boas e más.

7. Não vá para outro lugar com estranhos

A maioria dos perpetradores de assédio sexual leva suas vítimas para outro lugar onde se sintam seguros para praticar seus atos.

Portanto, quando alguém estranho se oferece para levá-lo a algum lugar sozinho, você deve recusar com firmeza e permanecer em um lugar público ou ir acompanhado de outra pessoa que você conheça claramente.

8. Escolha uma residência segura

A casa de família é popular entre os turistas, especialmente aqueles que viajam sozinhos com um orçamento limitado. Na verdade, o tipo “albergue” é um dos favoritos dos turistas, mas tem muitos problemas com os quais você deve ter cuidado.

Casa de família significa que você ficará com pessoas locais e outros viajantes que você não sei. Além disso, ao decidir ficar com a população local ou em um albergue, você deve encontrar mais informações sobre o lugar para garantir sua própria segurança.

9. Não compartilhe a cama com um estranho

Apesar das vantagens de uma casa de família ou albergue, você deve pensar mais sobre outras opções de hospedagem se o dono da casa pedir que você compartilhe o quarto com um estranho. Pode parecer o melhor momento para fazer novos amigos com outros turistas, mas também o coloca em risco de perigos como roubo ou assédio sexual.

10. Vá para a embaixada se ocorrerem situações ruins

Se algo de ruim acontecer, você deve manter a calma e ir para a embaixada de seu país antes de ir à polícia local. Em alguns países, a polícia local pode ser hostil e as regras podem não ser a seu favor. Portanto, você deve ir diretamente à sua embaixada para obter conselhos e proteção para chegar em casa com segurança.

Crédito da foto em destaque: Martin Fuhrmann via pixabay.com