O que é vício e como você pode evitá-lo?
Saúde

O que é vício e como você pode evitá-lo?

O vício é uma forma de compulsão. Concentra-se no consumo de uma determinada substância ou na participação em uma atividade específica. A atividade costuma ser prazerosa para a pessoa que sofre da compulsão, mas o desejo contínuo interfere em sua vida normal. Eles podem ter problemas de saúde ou colocar seus empregos ou relacionamentos em risco, mas não conseguem lutar contra o impulso de fazer o que seu vício os obriga a fazer.

Físico ou psicológico

Os vícios vêm em dois tipos diferentes: físicos e psicológicos. O vício físico ocorre quando o corpo se ajusta à presença de uma determinada substância, como cocaína e álcool. Para obter os mesmos efeitos, a pessoa deve consumir maiores quantidades. Com o tempo, a ausência da substância pode produzir efeitos físicos negativos, mais comumente chamados de abstinência. Os sintomas de abstinência podem incluir fadiga, tremores, ansiedade, depressão e vômitos.

O vício psicológico é um pouco mais difícil de definir. Freqüentemente, isso se refere a uma pessoa que sente a necessidade de realizar uma ação específica quando exposta ao estresse. Por exemplo, uma pessoa com dificuldades financeiras pode recorrer ao jogo na esperança de uma grande vitória para tirá-la de sua rotina financeira. Eles podem ganhar alguns, iluminando o setor de recompensa do cérebro, mas geralmente perderão muito dinheiro. Com o tempo, o estresse do dinheiro os obriga a jogar para tentar encontrar uma solução. Este ciclo pode resultar no vício do jogo.

Evitando o vício

Muitos vícios começam como resultado do estresse. Para evitar vícios prejudiciais, é importante encontrar maneiras saudáveis ​​de controlar o estresse. Isso pode incluir aprender quando fazer uma pausa de um estressor ou adotar novos hábitos que são benéficos em última instância. Algumas pessoas acham que os exercícios são extremamente úteis para controlar o estresse, bem como receber apoio de amigos, familiares ou profissionais de saúde mental. A meditação pode ser útil, assim como assistir a um filme engraçado. Ao redirecionar a energia estressante para uma atividade saudável, você pode evitar recorrer a alternativas menos saudáveis.

Certas substâncias são bem conhecidas por serem viciantes por natureza. Muitas drogas ilegais, certos medicamentos prescritos e nicotina podem ser altamente viciantes. Embora tentar algo uma vez não o torne automaticamente um viciado, você não pode se tornar viciado em algo que nunca fez. Nesses casos, a pura evasão é uma estratégia excelente. Isso é especialmente verdadeiro se houver um histórico de vício em sua família.

Em alguns casos, estar ciente de seu consumo ou participação pode ser extremamente útil. Por exemplo, comer um doce ocasional não vai atrapalhar sua vida, mas comer demais pode ter consequências graves para a saúde. Ao praticar a moderação, você pode se permitir desfrutar de algo sem torná-lo um hábito. No entanto, se você acha que não tem autocontrole para ter algo apenas ocasionalmente, pode ser melhor simplesmente evitar tudo junto.

Obtendo ajuda

Se você se encontrar nas garras de um vício, a ajuda está sempre disponível. Você pode falar com seu médico ou com um profissional de saúde mental especializado em dependência química. Para aqueles que não se sentem confortáveis ​​em começar por aí, compartilhe suas lutas com amigos próximos ou familiares. Isso o ajudará a criar uma rede de apoio que pode apoiá-lo enquanto você coloca sua vida nos trilhos. Muitas pessoas pensam que podem superar o vício sozinhas, mas nem sempre é o caso. Não há vergonha em pedir ou procurar ajuda, se precisar.

Você não precisa lutar sozinho contra o vício. Existem muitas pessoas que dedicam suas vidas a ajudar as pessoas a vencer o vício. Portanto, não fique quieto se precisar de ajuda, procure alguém com quem conversar.